A RECLAMAÇÃO COMO INSTRUMENTO PROCESSUAL NOS JUIZADOS ESPECIAIS

Código: FC7PCDJXL Marca:
R$ 72,00 R$ 64,80
até 6x de R$ 10,80 sem juros
ou R$ 61,56 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 64,80 sem juros
    • 2x de R$ 32,40 sem juros
    • 3x de R$ 21,60 sem juros
    • 4x de R$ 16,20 sem juros
    • 5x de R$ 12,96 sem juros
    • 6x de R$ 10,80 sem juros
    • 7x de R$ 10,35
  • R$ 61,56 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Autor(es): Adriano Roberto Vancim

Edição: 1

Ano: 2022

Paginação: 144

Acabamento: Brochura

Formato: 16x23

ISBN: 9786588491539

 

Sinopse:

O Atual Código de Processo Civil acabou por disciplinar o instituto da RECLAMAÇÃO como instrumento a aparar o cometimento de decisões conflitantes com aquelas já referendadas pelos Tribunais de Justiça e, mais substancialmente, entre nós, pelos Tribunais Superiores, onde, com já previsão expressa da Constituição Federal, se tem o resguardo ao fiel cumprimento de tais mandamentos emanados do Superior Tribunal de Justiça – STJ e Supremo Tribunal Federal – STF.

Infelizmente, sobretudo pela falta de entendimento e compreensão daqueles que operam e auxiliam o Direito na senda dos Juizados Especiais, olvidando, fundamentalmente, o regime limitativo recursal, acabam por impedir o acesso dos jurisdicionados ao duplo grau de jurisdição e, efetivamente, ao devido processo legal, mormente pela quase que impossibilidade recursal das decisões advindas das Turmas Recursais.

Ai que sobressai a RECLAMAÇÃO como instrumento processual, não substitutivo do recurso, a aquilatar decisões ignoradas e conflitantes com aquelas advindas dos Tribunais Superiores, em nítido e propósito viés infringente ao que clamamos pelo “acesso à ordem jurídica justa”, ainda hoje praticada por operadores e aplicadores do Direito que vulgarmente apequenam o brilhantismo da ciência a malfadados interesses escorados em seu livre convencimento. 

Constitui ato de boa-fé processual, muito particularmente apenas imputado às partes, a fundamental observância pelos Magistrados do cumprimento à garantia da decisão e preservação da competência dos Tribunais Superiores, como expressão humilde de garantia da segurança jurídica de seus atos.

 

Tópicos:

• Acesso à justiça

• Dos Juizados Especiais

• Da Reclamação

Produtos relacionados

R$ 72,00 R$ 64,80
até 6x de R$ 10,80 sem juros
ou R$ 61,56 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Mercado Pago
Selos

Central de livros jurídicos do Brasil Ltda - CNPJ: 10.396.694/0001-81 © Todos os direitos reservados. 2022